Pular para o conteúdo

Maria e a vocação

MENSAGEM DO PAPA JOÃO PAULO II PARA O 25º DIA MUNDIAL DE ORAÇÃO PELAS VOCAÇÕES (1987)

A Jornada das Vocações assume um significado especial no contexto do Ano Mariano, que reúne todos, Pastores e fiéis, em torno de Maria, Mãe do Redentor, modelo de todos os ” chamados ” e mediadora das vocações.

Cada um dos chamados, ao elevar o olhar para Maria, encontra nela um modelo perfeito para conhecer o projeto de Deus; para seguir decididamente o Senhor segundo a sua vontade; para aceitar com humildade e alegria os sacrifícios que essa escolha de serviço e de amor comporta (cf. Lc 1,28-38; Jo 19,25).

A comunidade crente, cumprindo o seu dever de cuidar das vocações, vê em Maria Santíssima aquela que ” pela sua multiforme intercessão continua a obter-nos os dons da salvação eterna ” (Lumen gentium, 62) – e, portanto, também os dons das vocações – e a invoca como Mãe de todas as vocações. De facto, com amor materno, ela coopera na regeneração e na formação dos filhos e das filhas da Igreja. As palavras que Jesus lhe dirigiu da cruz: ” Mulher, eis aí o teu filho “, e ao discípulo: ” Eis aí a tua mãe ” (Jo 19,26-27), são as palavras que determinam o lugar de Maria na vida dos discípulos de Cristo e exprimem a sua nova maternidade espiritual, na ordem da graça, porque ela implora o dom do Espírito Santo, que suscita novos filhos e filhas de Deus (cf. Redemptoris Mater, 44).

Voltemos, pois, o nosso olhar para Maria, para ver e admirar não só aquela que, escolhida, predita, preparada e chamada, respondeu melhor do que ninguém à vocação especial de que Deus a fez objeto, mas também aquela que, mais do que ninguém, faz com que o projeto de salvação chegue a todos e a cada um, segundo a admirável disposição de Deus que chama todos a colaborar com Ele (cf. 1Tm 2,4).

A Maria, Mãe da divina graça, confio as vocações. Que a nova primavera das vocações, o seu aumento em toda a Igreja, seja no nosso tempo, e no mundo inteiro, uma prova especial da sua presença materna no mistério de Cristo e no mistério da sua Igreja.