DOZE CONSELHOS PARA ADORAR O SANTÍSSIMO SACRAMENTO

A adoração eucarística é um tempo de silêncio na presença de Cristo presente na hóstia consagrada durante a Missa. Esta oração pessoal é também uma oração da Igreja: aqui estão doze conselhos para acolher o que Jesus quer nos dizer.

FIQUE DE JOELHOS

Você entra neste lugar de oração onde o Santíssimo Sacramento está exposto. Você se ajoelha e inclina a cabeça em adoração. Vós adorais Cristo presente na hóstia consagrada através da homenagem exterior do vosso corpo. Você faz o sinal da cruz lentamente, representando a si mesmo cada uma das pessoas da Trindade presentes em você: “Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, Amém”. Você fica de joelhos por alguns minutos ou se senta, dependendo o que convém para você.

COMEÇA COM UM ATO DE FÉ

 

Você começa sua adoração silenciosa com um ato de fé na presença real de Cristo na Eucaristia. “Senhor, creio que estás presente sobre o sinal do pão na hóstia. Eu te adoro e te agradeço.” Ao longo do tempo de adoração, reacenda a sua oração com um ato de fé animado pelo amor. “Jesus, eu creio, mas aumenta a minha fé”. Esses primeiros passos de adoração são importantes porque dão o tom para se colocar imediatamente na presença de Deus.

DESCENDO AO SEU CORAÇÃO 

A adoração não requer técnicas complicadas. Tudo deve ser mantido simples. O amor é o caminho real que abre a porta do silencioso coração a coração. “Senhor, eu te amo. Abre meu coração à tua ação”. Você desce em seu coração, naquela parte profunda de seu ser que lhe permite entrar em um relacionamento com o Pai, o Filho e o Espírito. Peça ao Espírito que o ajude a abandonar-se ao Pai, que ele deposite em você os mesmos sentimentos que habitavam no coração de Jesus.

ORE COM SUAS DISTRAÇÕES

Você fecha os olhos, você adora em silêncio. Você oferece a Jesus o que você é e o que você vive. Você fala com ele como um amigo. Vozes e pensamentos surgem dentro de você assim que você começa a se recompor. Ore com suas distrações. Ofereça a Jesus suas preocupações e ansiedades. Cuide dele, e ele cuidará de você. Fale com ele, e ele vai falar com você do jeito dele. Fique perto dele, ele vai ficar perto de você. E seu coração descansará perto do dele.

OUVINDO ENQUANTO VEJO 

A adoração eucarística é a maneira mais simples e direta aqui na terra de ver Deus. Esteja presente à sua Presença. Você olha para Jesus, e ele olha para você. Se você só sabe fazer isso, saiba que ele está te olhando com amor já é muito. Lance seu olhar sobre a hóstia, a cruz ou o tabernáculo, você verá o quanto ele te amou e o quanto ele te ama neste momento. Diga a ele que você o ama com todo o seu coração, mesmo que você não sinta nada. Ele quer atraí-lo para a doçura de seu coração. Permaneça em seu amor. Ouça o que ele tem a lhe dizer.

REPETIR UMA PEQUENA ORAÇÃO 

Agora não é hora de fazer longas orações e ler um livro. Fique perto do seu coração e deixe a presença de Deus invadir você. Escolha um versículo de um salmo, um trecho do evangelho do dia, uma oração curta que você repete com o coração, sem esforço, de acordo com o que está vivenciando. Exemplos: “Vem, Jesus”; “Senhor Jesus, Filho do Deus vivo, tem piedade de mim”; “Eu te adoro, Senhor”; ” Eu amo Você ” ; “Abençoado você é”; “Meu Senhor e meu Deus”; “Jesus manso e humilde de coração”; “Pai, em Jesus, dái-me o Espírito”; “Jesus, faça-me sua testemunha”…

EXPONHA-SE À PRESENÇA DE JESUS 

Exponha-se ao amor ardente de Cristo. Você se torna o que você contempla. Olhe para ele, você será iluminado. Ele está onde você o deixa entrar. Acolha sua luz que emana de sua divindade. Peça ao seu anjo da guarda para ajudá-lo a adorar. Não adianta falar muito, basta um suspiro de amor, ou uma única palavra: “Abba”, “Jesus”, “Espírito Santo”. Dê graças por este Deus que te ama como você é e que te chama para a vida eterna. Reconheça que você é digno de ser amado.

DIGA A ELE QUE VOCÊ O AMA 

O tempo é precioso, você o queima para Deus em adoração. Você está cansado, distraído, atormentado. Os minutos são longos. Volte para a oração do coração, para uma fórmula curta que pode inflamar seu coração. Comece a oração novamente e invoque o Espírito Santo que vem em auxílio de sua fraqueza. Diga a Cristo que você o ama, mesmo que não sinta nada. Diante do realismo da hóstia, você expressa sua relação com Deus, você comunga com o sopro do Espírito, você se torna um louvor de glória nos céus de sua alma.

AGRADECER A DEUS 

Jesus está lá para você, a cada momento. Agradeça-lhe por seu amor que nutre a conversa íntima que você tem com ele. Admire o que ele faz por você: ele esconde sua glória na hóstia para não te cegar, ele vela sua perfeição para não te desanimar, ele te deixa ver o que você pode suportar, ele espera que seu coração se abra completamente para sua misericórdia para que ali derrame suas ondas de ternura. Jesus está sempre à sua frente. Ele lhe deu a graça de responder ao seu chamado e passar uma hora em sua presença sacramental. “O Mestre está aí, chamando você” (Jo 11,28).

APAGA A SEDE DE JESUS 

“Dá-me de beber”, disse Jesus à mulher samaritana. Ele revelou a vários místicos sua sede de ser amado no Santíssimo Sacramento. Seu desejo é encontrar adoradores em espírito e em verdade para espalhar seu amor infinito. Ele se esconde sob as aparências do pão e do vinho para que sua pobreza e simplicidade sejam também suas. Una sua oração à dele. Mate a sede de Jesus adorando-o na hóstia, deixando-se amar por ele e reconhecendo-o presente nos outros, especialmente nos pequeninos, a exemplo do Beato Carlos de Foucauld e de Madre Teresa. Você então retribui amor por amor, e Deus derrama seu Espírito em você. 

DEIXE-SE TRANSFORMAR COM MARIA

 Jesus está ali em seu sacramento de amor. Você veio a ele com seu fardo. Coloque-o a seus pés e descanse nele, ele o consolará. Leve Maria para casa; ela foi o primeiro tabernáculo que trouxe o pão da vida. Una sua adoração às suas adorações, do Presépio ao Calvário. Mulher do silêncio com José, ela te convida a permanecer no silêncio do teu cenáculo e a deixar-te transformar pela adoração. Ela o acompanha durante e após a oração. Assim, terminando seu tempo de adoração, inclinado de novo tua cabeça e fazendo o sinal da cruz, saiba que Maria e José nunca estão longe de você para sempre conduzi-lo a Jesus.

TORNE-SE EUCARISTA

Quanto mais você adora, mais sua fé aumenta, mais você se torna ação de graças. Você entra na intimidade de Cristo; seu corpo e seu sangue são transfundidos em você. Você se torna eucaristia, segundo a expressão do poeta Patrice de La Tour du Pin. Ele,descobriu que, como as folhas e as plantas que pelo processo de fotossíntese absorvem certos elementos do solo, do ar e da luz, a alma que se expõe ao sol da Eucaristia capta uma vida divina que a alimenta. O verdadeiro sol é este anfitrião que espalha um novo amanhecer em seu coração. Você mesmo se torna um anfitrião que Cristo diviniza para que você possa transformar a humanidade em seu corpo e seu sangue. Este transformação eucarística, São Paulo o expressa também nestes termos: “Todos nós refletimos a glória do Senhor e somos transfigurados em sua imagem com glória cada vez maior, pela ação do Senhor que é Espírito” (2Co 3,18). 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.