Pular para o conteúdo

São João Paulo II: Através do seu povo, Cristo quer chegar à humanidade

MENSAGEM DO PAPA JOÃO PAULO II PARA O XXII DIA MUNDIAL DE ORAÇÃO PELAS VOCAÇÕES

Jovens, Cristo vos ama! Eis o feliz anúncio que não pode deixar de vos encher de admiração. A minha mensagem para vós não pode ser outra senão a mesma do Evangelho: Cristo tem um amor especial por vós, jovens, e desafia-vos a amar.

Meu diálogo com vocês já conheceu os caminhos do mundo e em todos os lugares eu encontro jovens sedentos de amor e verdade, embora sobrecarregados por muitas perguntas e problemas sobre o sentido da própria vida.

Infelizmente, não é incomum o perigo de cair nas mãos de falsos guias e falsos mestres, que tentam seduzi-los, abusar de sua generosidade e até levá-los a atividades que só geram amargura e decepção.

Agora gostaria de vos perguntar: encontrastes Aquele que se proclamou o único verdadeiro “Mestre” (Mt 23, 8)? Não sabeis que só Ele tem palavras de vida eterna” (Jo 6, 68) e possui as verdadeiras respostas para os vossos problemas?

O amor de Cristo é a maior força do mundo, é a sua força! Você já fez essa descoberta maravilhosa? Quando um jovem ou uma jovem se encontra pessoalmente com Cristo e descobre o seu amor, tem confiança n’Ele, ouve a sua voz, decide segui-lo, disposto a tudo, até a dar a vida por Ele.

Jovens, Cristo vos chama! O amor conhece caminhos diferentes, porque as tarefas que Ele confia a cada um de vocês são diferentes.

No âmbito da vida cristã, cada batizado recebeu o chamado do Senhor, e todas as vocações são importantes, todas merecem grande estima e reconhecimento, todas devem ser ouvidas e seguidas com generosidade. No entanto, o Senhor Jesus, ao fundar a Igreja, quis instituir ministérios particulares, que Ele confia àqueles entre os Seus discípulos que Ele livremente escolhe.

É assim que a muitos de vós, a mais de quantos se poderia supor, o Divino Redentor quer fazer-vos participar no sacerdócio ministerial para dar a Eucaristia à humanidade, para perdoar os pecados, para pregar o Evangelho, para curar as comunidades. Cristo conta convosco para esta maravilhosa missão. Os sacerdotes são necessários ao mundo porque Cristo é necessário.

Jesus pede a muitos de vocês que deixem tudo para segui-lo pobres, castos e obedientes. A muitas jovens dirige o chamado misterioso para viver um projeto de amor exclusivo Dele na vida virginal. Você acha que essas chamadas se referem a outras pessoas e não podem ser dirigidas, talvez, a você? Parecem-te muito difíceis porque envolvem renúncias, sacrifícios e até doação da vida?

Observe a prontidão dos apóstolos. Observai a magnífica experiência de milhares e milhares de sacerdotes, diáconos, religiosos e religiosas, leigos consagrados, missionários que chegou ao heroísmo para dar testemunho à humanidade de Cristo morto e ressuscitado.

Observai a generosidade de milhares e milhares de jovens que, nos seminários, noviciados e outras instituições de formação, se preparam para as ordens sagradas, para a profissão dos conselhos evangélicos, para o mandato missionário. A todos estes jovens vai a minha expressão de encorajamento e o convite a propor aos seus coetâneos o ideal que estão a realizar.

Jovens, Cristo vos ordena! “Ide pelo mundo inteiro e anunciai o Evangelho a toda criatura” (Mc 16, 15). Estas palavras pronunciadas pelo Senhor antes de subir ao Pai, dirige-as hoje a muitos de vós. No limiar do terceiro milênio desde a vinda de Jesus, uma grande multidão de homens ainda não recebeu a luz do Evangelho e se encontra em graves condições de injustiça e miséria

O próprio Senhor revela a desproporção entre as imensas necessidades de salvação universal e o número insuficiente dos seus colaboradores. “A messe é grande, mas os trabalhadores são poucos” (Mt 9, 37); exclamou vendo as multidões de todos os tempos cansadas e oprimidas como ovelhas sem pastor. Nas minhas viagens apostólicas a todas as partes da terra, vejo cada vez mais a atualidade do lamento do Salvador.

Só a graça de Deus, pedida pela oração, pode preencher esta dolorosa desproporção. Você permanecerá indiferente ouvindo o grito crescente da humanidade? Exorto-vos a rezar e também a oferecer-vos, se o Dono da messe vos quiser enviar como trabalhadores para a sua messe (cf. Mt 9, 38).

Coloque-se na primeira fila entre aqueles que estão prontos para deixar sua própria terra para uma missão sem fronteiras. Por meio do seu povo, Cristo quer chegar a toda a humanidade.

Agradecimento às mulheres do Projeto 40 horas

Queridas mães e mulheres do projeto 40 horas

Agradeço por sua oração, por sua intercessão por todos nós. A primeira coisa que surge é agradecê-las pela missão que vocês têm para que as vocações surjam, mantenham sua fidelidade e alcancem a santidade e, por sua vez, essas vocações consagradas e sacerdotais possam levar o Evangelho a tantas almas e levá-las ao céu.

Quando eu era pequeno minha família morava muito perto de Luján (Argentina), 5 dos meus irmãos eles nasceram lá. Como é sabido, nosso fundador atribuiu cada vocação em nossa Família Religiosa à intercessão da Virgem de Luján, por isso a importância de sua Intercessão, sua oração chega a Deus através dela.

Aqui em nosso Mosteiro logo após a fundação, com as irmãs colocamos uma lamparina à Virgem de Luján, comprometendo-nos a mantê-la acesa dia e noite, pedindo-lhe o aumento, a perseverança e a santidade das vocações. Toda semana tem uma irmã que se encarrega de repor o óleo para que não acabe, e se houver não se preocupe, a irmã responsável lembra que você tem o trabalho do menino negro Manuel, que guardou a lâmpada da Virgem de Luján durante toda a sua vida.

Acho que vocês, mães e mulheres das 40 horas, são como outras “manuelas” que com suas orações e sacrifícios pelas vocações mantêm o fogo aceso diante de Nossa Mãe.

Em nome de todas as vocações que existiram, existem e existirão, agradecemos! Sua entrega, por sua oração.

M. Maria de la Crucifixion

Mosteiro São João Batista de la Concepción (Torrelaguna, España)

Oração à Virgem Maria pelas vocações

Deus te salve, Maria, Mãe, Mestra e nossa Rainha.

Escutai com bondade a súplica que vos apresentamos segundo o desejo de Jesus: “Rogai ao Senhor da messe para que mande operários.”

Volte seus olhos misericordiosos para todos os homens. Muitos estão perdidos na escuridão, sem pai, sem pastor e sem mestre. Em ti, Maria, encontrarão o caminho para chegar à Cristo, porque o Pai te constituiu “apóstolo” para dar ao mundo Jesus, o caminho, a verdade e a vida.

Por ti, todos os católicos, com toda a sua energia, para todas as vocações, para todos apostolados.

Por ti, todos os crentes, todos os não crentes, por ti, todos os comprometidos por ti, todos os indiferentes por ti, todos os católicos, por ti, todos os não-católicos.

Por vós todos os chamados a serem fiéis à sua vocação, todos os apóstolos são santos, todos os homens se acolhem.

Ao pé da cruz, seu coração se expandiu para acolher a todos nós como filhos.

Dai-nos um coração apostólico, modelado no de Jesus, no vosso e no de São Paulo, para que um dia nos encontremos todos juntos convosco na casa do Pai.

Abençoe seus filhos, Maria, Mãe, Mestra e Rainha.

Beato Tiago Alberione